Formighieri Curta-nos no Facebook

Diferencias e beleza da técnica Yakisugi ou Shou Sugi Ban

A tradição milenar japonesa é sábia, e um de seus inúmeros legados é o método japonês para tratamento de madeiras. A técnica resulta na chamada madeira carbonizada, de aspecto escuro e natural, ressaltando a beleza própria da natureza. Esse acabamento tem ganho cada vez mais notoriedade em projetos residenciais e objetos de design, por sua aparência singular e também pela resistência do material.

tecnica-shou-sugi-ban/shou-sugi-ban-lareira.jpg

A técnica Yakisugi, ou Shou Sugi Ban, consiste em queimar a superfície da madeira com o intuito de tratá-la, protegendo do ataque de insetos, de incêndios e da umidade. Para se ter uma ideia, de acordo com a literatura, a madeira tratada com esta técnica dura de 80 a 100 anos sem manutenção. É um método que exige paciência e dedicação, porém entrega um produto mais resistente e também elegante por conter um aspecto natural, onde as imperfeições da natureza são ainda mais valorizadas.

tecnica-shou-sugi-ban/shou-sugi-ban-lareira.jpg

Embora a Yakisugi tenha sido desenvolvida no Japão há centenas de anos, ela só voltou com força ao ocidente em meados dos anos 2000. Foi quando ganhou destaque pelos arquitetos e designers norte-americanos, que a utilizavam em muitos projetos arquitetônicos, principalmente em exteriores, pela resistência da madeira, em substituição ao cedro original. Também ganhou notoriedade por se tratar de um método ecológico, que preserva as madeiras atuais por um período longo, evitando novos cortes de árvores.

Solicitar Orçamento

Rua André Zanetti, 315 - Mercês Curitiba – Paraná - CEP: 80.810-280

Parceiros:

Parceiro Bona Parceiro IndusParquet Parceito Masterpiso